Visto eletrônico facilitará entrada na Rússia para cidadãos de 52 países

16-10-2020

Procedimento on-line estará disponível a partir de 2021. Taxa será de US$ 40.

O primeiro-ministro russo Mikhaíl Michustin aprovou a lista de países cujos cidadãos poderão obter vistos eletrônicos para visitar a Rússia a partir de 2021. A lista inclui 52 nações, de acordo com o site do governo russo.

Cidadãos estrangeiros poderão solicitar o visto se o propósito da visita for turismo, motivo particular e negócios, ou viagem humanitária. Não será necessário apresentar reserva ou convite de um cidadão russo para obtê-lo. O pedido, cuja taxa consular é de 40 dólares, será enviado on-line. Para menores de 6 anos, o visto é gratuito.

Segue abaixo a lista de países beneficiários:

  • Alemanha
  • Andorra
  • Arábia Saudita
  • Áustria
  • Bahrein
  • Bélgica
  • Bulgária
  • China (incluindo Taiwan)
  • Chipre
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Hungria
  • Índia
  • Indonésia
  • Irã
  • Irlanda
  • Islândia
  • Itália
  • Japão
  • Kuwait
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Macedônia do Norte
  • Malásia
  • Malta
  • México
  • Mônaco
  • Noruega
  • Omã
  • Países Baixos (Holanda)
  • Filipinas
  • Polônia
  • Portugal
  • República Popular Democrática da Coreia
  • Republica Tcheca
  • Romênia
  • San Marino
  • Sérvia
  • Singapura
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Suíça
  • Suécia
  • Turquia
  • Vaticano

Cabe lembrar que, desde junho de 2010, os cidadãos do Brasil não necessitam de visto para entrar na Rússia, desde que a viagem não exceda 90 dias.

Link: https://br.rbth.com/estilo-de-vida/84499-visto-eletronico-lista-paises?fbclid=IwAR32-VaSM6IQWIr4A6NxXBKi_j9LZqs_4kf7epJNB3IMm1miV9Zyxd2Aseg